Parabéns, eleitor(a) do Bolsonaro

Eleitor bolsonarista enfim conseguiu o que mais queria: o sucateamento da educação e universidades públicas.

Por Teófilo Arvelos

Parabéns, eleitor(a) do Bolsonaro. Você brilhou. A UFRJ corre sérios riscos de parar de funcionar graças a você. Sim, a você. Imagino que você deva estar muito orgulhoso(a) do desmonte da educação, projeto que seu mito tanto prezou e que já é realidade em todo o país. Alguns danos, para a sua alegria, já são irreversíveis. O corte de verbas do ano retrasado, que você chamava de “contingenciamento”, ainda é sentido nos dias de hoje. Interrompeu pesquisas, demitiu funcionários que ganhavam pouco, porque eram terceirizados. E, ainda por cima, veio um novo corte orçamentário para as universidades e institutos federais. Tudo isso com a sua ajuda. Novamente, parabéns a todos os envolvidos.

“Ah, mas eu votei no Amoêdo.” É verdade, eu tinha me esquecido disso. O Amoêdo concorreu à presidência não só no primeiro turno, mas também no segundo. É verdade. Mas tenho a certeza de que o Amoêdo faria o mesmo, pois é um liberal, não é? E o que é a educação pública senão uma incômoda despesa do Estado? Então, presumo, você deve estar muito contente. Em vez de o Estado investir em gente militante, em massa de manobra, em parasitas… é bem melhor investir no que realmente importa: alfafa e leite condensado. E, nos itens dessa lista de compras, deputados não podem ficar de fora, não é mesmo?

“Ah, mas eu votei no Amoêdo ” (…) É verdade. Mas tenho certeza de que o Amoêdo faria o mesmo, pois é um liberal, não é? E o que é a educação pública senão uma incômoda despesa do Estado? Então, presumo, você deve estar muito contente.

Talvez você seja um professor ou uma professora. Digo isso porque me lembro de vários professores (de escola pública, inclusive) em 2018 com a foto de perfil no Facebook manifestando apoio ao “17”. Você não era um deles? Não se esconda. Quero apenas parabenizar você por sua coerência e sensatez. Você merece um prêmio singular de reconhecimento ao mérito, por ter não só digitado na urna o 17, mas por também ter feito campanha para o mito. Por ter comentado em postagens de gente esquerdista: “Mas e o Lula? E o PT?”. Seu empenho merece ser recompensado.

A recompensa virá com o tempo, quando seu filho ou filha quiser entrar em uma universidade pública e esta não mais existir. Ou você acha que eu não sei? Você quer acabar com a universidade pública, mas, ao mesmo tempo, você quer ver seu filho ou filha formado(a) em uma boa universidade, para que consiga um bom emprego no futuro. Minto? Corrija-me, se eu estiver errado.

Daqui a alguns meses, quando você for chamado(a) a tomar uma vacina produzida por uma universidade pública, como a vacina contra a covid-19 que está sendo desenvolvida pela UFMG, você a negará? Tenho a convicção de que não a negará. Você não é contra a ciência, só contra a balbúrdia, não é? Só contra os cientistas dizerem que o que você compartilha no WhatsApp é falso, sendo que é o que você acredita e que sabe que é verdadeiro, porque uma conhecida disse que tem um conhecido que testou e funcionou.

O mundo precisa de mais pessoas como você. Aliás, os poderosos deste mundo necessitam de gente como você, para que eles possam vender ou transmitir seus produtos, discursos e — pasme! — ideologias. Você é essencial. Vidas bolsonaristas importam. Continue assim. Seja feliz.

***

Deixar uma resposta